Reajuste salarial dos servidores do Carreirão do GDF segue para sanção.

11 11 2009

Por Carolina Malheiros

Projeto de lei aprovado pela Câmara Legislativa que estabelece reajuste de 219% para a administração direta do Distrito Federal, o chamado “carreirão”, provocará um impacto de R$ 293,4 milhões aos cofres públicos locais em três anos.

Encaminhada ao Legislativo, pelo governador José Roberto Arruda, a proposta prevê reajustes até 2011. Neste ano, os servidores terão aumento de 6,9%, retroativo a outubro. Em agosto de 2010, o aumento será de 7% e o mesmo valor será aplicado aos contracheques um ano depois. Serão beneficiados 13.868 funcionários na ativa, aposentados e pensionistas. Arruda deverá sancionar o projeto na próxima semana.

A líder do Governo, Eurides Brito, defendeu a aprovação na forma original do projeto encaminhado pelo Executivo e disse que o governo fez vários cálculos sobre a possibilidade de se comprometer com gastos adicionais referentes a pessoal. Só neste ano, o reajuste representará uma despesa extra de R$ 16,9 milhões. Uma das emendas apresentadas pela bancada do PT, acaba com a contrapartida do servidor no auxilio alimentação. Os servidores recebem R$ 188 para gastos com refeição, mas sofrem no contracheque um desconto de R$ 120. Três deputados votaram a favor. Mas a emenda foi rejeitada com 14 votos contrários porque a medida provocaria uma despesa a mais no orçamento do DF.

About these ads

Acções

Informação

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s




Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

%d bloggers like this: